Categorias
Sem categoria

Jovem cristã impede que homem cometa suicídio: “Deus te ama, tudo vai ficar bem”

“Deus tem um propósito para todos nós. Eu acredito nisso, por isso decidi ajudá-lo” testemunhou a jovem. Foto: Reprodução

Uma jovem cristã de 23 anos impediu que um homem se atirasse de uma ponte na cidade de Clearwater, na Flórida. De acordo com a imprensa local, Nicole Oyola ofereceu um abraço ao sujeito, que, comovido, mudou de ideia sobre o suicídio e desceu da beirada da ponte.

“Eu comecei a conversar com ele. Eu disse a ele ‘você tem seu valor, você é bom o bastante. Eu não sei o que você está passando no momento, mas eu te amo assim como Deus te ama, tudo vai ficar bem’”, explicou Nicole em entrevista ao canal Fox 13.

Assim que viu o rapaz parado na ponte, a jovem decidiu encostar para prestar ajuda, acreditando que aquilo se tratava somente de um problema com o carro dele. Segundo ela, o homem aparentava ter 20 anos e precisava de ajuda psicológica.

Após entender o que estava acontecendo, Nicole chamou a polícia, que rapidamente chegou a passou a conversar com o homem também. De acordo com a emissora, um dos policiais rezou junto com o rapaz antes de tirá-lo da ponte.

“Ele olhou para mim depois de conversarmos, ele começou a chorar e eu disse que gostaria de lhe dar um abraço. Logo depois ele veio em minha direção em segurança”, continuou a garota.

“Deus tem um propósito para todos nós. Eu acredito nisso, por isso decidi ajudá-lo. Se eu estivesse passando por uma situação dessa, acredito que eu também gostaria que alguém parasse para falar comigo também,” completou.

via Blogger https://ift.tt/2DU0zIg

Categorias
Sem categoria

Pastor vê filho que morreu no parto ressuscitar após orações: “Conheço o poder de Deus”

O filho de Jacob Sheriff nasceu sem batimentos cardíacos, sem pulso e não estava respirando. (Foto: Reprodução).

Um casal cristão do Texas (EUA) não deixou que o medo os interrompesse depois que os médicos disseram que seu quinto filho não estava respirando após nascer. O parto foi uma cesariana de emergência, em agosto deste ano.

“Ele foi entregue sem batimentos cardíacos, sem pulso, e ele não estava respirando”, disse o pai Jacob Sheriff à CBN News durante uma entrevista por telefone. “Ele perdeu oxigênio de seu corpo e todos os seus órgãos foram desligados em algum momento durante a entrega. Os médicos o ressuscitaram na sala de parto. Para todos os efeitos, ele morreu durante o processo de entrega”, relatou.

Parecia que o pequeno Urias, que significa “luz de Deus”, não iria sobreviver. Mas em vez de desistir, sua mãe Hannah orou. “Eu realmente não podia fazer nada, exceto confiar em Deus e orar”, disse a mãe de Urias, Hannah Sheriff.

Os médicos e enfermeiros da sala de parto do hospital decidiram que não poderiam desistir de Urias também. Eles repetidamente tentaram ressuscitar o bebê e seus sinais de vida voltaram cerca de 20 minutos depois.

O pai do menino, Jacob, é pastor da Igreja Victory Life. “Nós vimos o milagre. Eu vi pessoas com câncer de estágio quatro sendo curadas. Eu vi cegos enxergando. Eu conheço o poder de Deus”, disse ele à CBN News.

Medo

Jacob diz que o medo foi o maior obstáculo no momento em que ele viu a equipe médica trabalhando em seu filho recém-nascido. “Logo, começamos a orar a Deus, porque é a Palavra de Deus que muda as coisas”, disse ele.

Jacob disse à CBN News que a equipe médica deveria ter parado de tentar ressuscitar o bebê depois de seis a 10 minutos, que era o protocolo do hospital. Recentemente, o casal conseguiu conversar com uma das enfermeiras que estava na sala de parto e perguntaram: “Por que vocês continuaram?”

Ela lhes disse: “Havia algo na sala que continuava nos levando a tentar e não desistir”. Urias foi então levado de helicóptero para um hospital no Texas, onde passou os 20 dias seguintes na unidade de cuidados intensivos do recém-nascido.

Médicos do hospital disseram a Jacob que os sinais não pareciam bons para o menino. A maioria das crianças que tiveram o trauma que Urias sofreu poderia ter paralisia cerebral ou epilepsia. Além disso, algumas sofreriam convulsões pelo resto de suas vidas. Era possível que o menino nunca falasse, nunca andasse, nunca seria capaz de se alimentar sozinho.

“Minha esposa e eu somos pessoas de fé. Temos muitas pessoas orando por ele e acho que meu filho vai surpreender”, lembrou Jacob aos médicos.

No dia seguinte, Jacob decidiu que ele e sua esposa não deixariam o medo vencer. Eles sabiam que Deus estava no poder e eles iriam ver o milagre. Ele pediu a sua congregação para orar, mas o que o pastor não percebeu foi o quão rápido a história de Urias se espalhou pelo mundo, com milhares de pessoas assistindo às últimas notícias e orando por seu filho. “Nós pensamos que seriam apenas algumas pessoas, mas acabou sendo várias igrejas, amigos de amigos, e os fiéis do mundo todo oraram por nosso filho”, disse Jacob.

GuiaME

via Blogger https://ift.tt/2R5uJuX

Categorias
Sem categoria

Milagre: Atriz Famoso tem casa intacta em incêndio, após oração do Salmo 91: “Deus parou o fogo”

O estado da Califórnia sofreu com os incêndios que devastaram a região. As autoridades dizem que identificaram 59 pessoas que morreram no fogo que durou mais de uma semana. O governador Jerry Brown está pedindo à Guarda Nacional que ajude na busca por mais vítimas e que o número de mortes pode aumentar.

A CBN News falou com a atriz Brenda Epperson, que mora na região afetada pelos incêndios. Ela, que estrelou o drama “The Young and The Restless”, tem postado vídeos no Facebook sobre as chamas e a destruição, explicando como Deus poupou sua casa milagrosamente e o que ela está fazendo para ajudar outras pessoas.

Brenda contou em um vídeo no Facebook que ela fez uma oração do  Salmo 91 e o fogo miraculosamente parou bem na porta de sua propriedade. “Eu simplesmente continuei orando Salmos 91 sobre nossa casa”, disse ela.

Brenda sabe que a oração ele tem poder e ela resolver orar para Deus não deixar que nada acontecesse na sua casa.

A casa de Brenda é um verdadeiro oásis verde no meio de seu bairro, que foi arrasado pelo fogo. Até os cavalos de outras fazendas se refugiaram em sua casa durante o incêndio. “Nós só poderíamos receber os cavalos que caberiam em nosso trailer, um total de três cavalos. Mas, todos os nossos vizinhos tinham cavalos e no todo ficou cerca de 25 a 30 cavalos”, explicou.

“Deus parou aquele fogo bem na linha da nossa propriedade”, disse ela. “Todos os cavalos estavam bem. Eles tinham água, nem sequer tinham cinzas neles”.

Agora, Brenda e sua família estão ajudando quem perdeu sua casa. Eles estão ajudando a levar as pessoas às suas residências e fornecendo alimentos, suprimentos e tudo o que precisam.

Apesar da devastação, Brenda acredita que Deus transformará a tragédia em uma oportunidade para que as pessoas O conheçam. “O bem que vai sair disso é o reavivamento, sei que Deus vai nos despertar. Eu sei que minha vida mudou e eu só quero compartilhar o amor de Deus ainda mais com todo mundo”, disse.

“Eu só quero dizer que o amor de Deus está lá para cada um de nós, se simplesmente dissermos: ‘Sim’. E tem sido uma honra ajudar amigos e vizinhos”, finalizou Brenda.

Gospel Geral

via Blogger https://ift.tt/2qUJ9Ct

Categorias
Sem categoria

Homem sobrevive a ataque de tubarão após visão de Jesus

Homem diz que Jesus mostrou para ele algo inacreditável (Foto: Reprodução)

Um homem que foi criado por uma família muçulmana na África teve seu primeiro contato com o Evangelho de Cristo a partir de um mundo sublimado em alto-mar.

Vivendo em um país onde era a escada , Milad (nome fictício por razões de segurança) aceitou prontamente uma oferta para trabalhar em um navio. O que é não conhecido é a sua principal função seria atacar e roubar outras embarcações.

Um homem que foi criado por uma família muçulmana na África teve seu primeiro contato com o Evangelho de Cristo a partir de um mundo sublimado em alto-mar.

Vivendo em um país onde era a escada , Milad (nome fictício por razões de segurança) aceitou prontamente uma oferta para trabalhar em um navio. O que é não conhecido é a sua principal função seria atacar e roubar outras embarcações.

Quando soube disso, Milad tentou abandonar o navio, mas acabou sendo forçado a permanecer e ser escravo de líderes do barco.

Certa noite, durante uma tentativa de roubo de mercadorias, não Oceano Índico, teve uma intensa troca de tiros entre os criminosos e uma embarcação. No entanto, tentava nadar até um lugar seguro, Milad notou que estava prestes a ser atacado por um tubarão.

“Enquanto ele sentiu que estava sendo sugerido por boca do animal, uma imagem brilhante do que parece ser um homem, mas na forma de cruz, apareceu na água”, relata a organização missionária Bíblias para o Oriente Médio. “Ele notou o que parece manchas de sangue na imagem luminosa. Sentiu que estava sendo afastado do maxilar do animal e levado com a segurança até uma costa “.

Sozinho em um lugar desconhecido, Milad sabia que se uma ajuda sobrenatural, mas não conheça a era. Enquanto isso, cristãos de uma igreja subterrânea em uma vigília de oração e uma das mentes da revista uma visão de Deus – que mostrava o que aconteceu com Milad e onde ele se encontrava.

Resgate
Os homens da igreja compõem busca do indivíduo, por exemplo, como mulheres continuaram em oração. Quando não é bem-vindo, mas se sentiu seguro depois de um odiu ou pastor o chamando pelo nome.

“Não tem medo, Milad. Quem é o salvador dos tiros e do peixe nos enviou a você te resgatar “, disse o pastor. “Ele é Jesus, que foi crucificado por nós e ressuscitou da morte para a nossa salvação. Acredite nele e o siga “.

Milad ficou atônito quando ouviu os cristãos relatando tudo o que aconteceu com ele, mesmo sem eleter contado nada. Quando o pastor falou mais sobre Jesus e Apresentou a Bíblia, Milad se arrependeu de seus pecados e reconhece Jesus como seu Senhor e Salvador. Desde então, o ex-muçulmano passou uma parte da igreja e crescer em sua nova fé.

via Blogger https://ift.tt/2z7PtuT

Categorias
Sem categoria

Pastores têm visão de Jesus instantes antes da morte, e carrascos muçulmanos fogem apavorados

Dois pastores atuando no campo missionário estiveram muito próximos de perderem a vida pela causa do Evangelho, mas receberam um livramento sobrenatural em uma cidade do Oriente Médio, momentos antes de que sua execução por decapitação fosse consumada.

O relato dos pastores Firos e Altaf – nomes alterados por razões de segurança, segundo o Bible For MidEast – começa com a pregação do Evangelho numa aldeia de um país de maioria muçulmana. Com o trabalho delicado dos missionários de ensinar sobre quem é Jesus Cristo para os seguidores do islamismo, aproximadamente 50 pessoas se entregaram ao Filho de Deus.

Assim, os pastores, que são ligados à Assembleia do Deus Amoroso (ALG, na sigla em inglês), começaram a realizar cultos e formaram uma pequena congregação na aldeia. No entanto, a notícia correu rápido, e o imã da região reagiu formando um grupo com extremistas para por fim às reuniões dos novos cristãos.

Firos e Altaf foram levados à mesquita para serem forçados a negar a Cristo e voltar ao islamismo, mas diante de sua recusa, os extremistas se iraram ainda mais e prenderam os pastores em um porão, sem comida ou bebida, por três dias.

Após esse período, os pastores foram entregues a um grupo de execução, que os manteve por outros nove dias presos, com a oferta de serem libertados caso aceitassem negar a Jesus e perseguir outros cristãos.

A dupla se manteve firme à sua fé, e então os extremistas decidiram que iriam executá-los em praça pública, pela manhã. Eles foram amarrados ajoelhados, e dois carrascos empunhando facões se posicionaram para decapitá-los. Nesse momento, Firos e Altaf disseram que ergueram suas cabeças para olhar para o céu, e viram “Jesus sentado em um trono, cercado por milhares de anjos em adoração”.

Com a visão esplendorosa, os pastores começaram a louvar a Deus em voz alta, gratos por terem tido forças para se manterem fiéis. Os executores e os demais extremistas se revoltaram com aquela postura e foram posicioná-los novamente para que fossem decapitados, quando os facões caíram no chão repentinamente.

Os pastores relataram que essa situação apavorou os extremistas, que fugiram deixando suas armas para trás. Em seguida, as amarras foram soltas de forma sobrenatural, e os pastores, percebendo que estavam diante de uma ação divina, permaneceram ajoelhados.

Em seguida, foram “levados com a ajuda de anjos“ à casa onde os membros da igreja estavam reunidos, já que não sabiam onde os fiéis da pequena congregação estavam se escondendo da perseguição. Quando os perseverantes viram os pastores, se reuniram em louvor a Deus por sua proteção.

Gospel Mais

via Blogger https://ift.tt/2QN7TIx

Categorias
Sem categoria

Pastores têm visão de Jesus instantes antes da morte, e carrascos muçulmanos fogem apavorados

Dois pastores atuando no campo missionário estiveram muito próximos de perderem a vida pela causa do Evangelho, mas receberam um livramento sobrenatural em uma cidade do Oriente Médio, momentos antes de que sua execução por decapitação fosse consumada.

O relato dos pastores Firos e Altaf – nomes alterados por razões de segurança, segundo o Bible For MidEast – começa com a pregação do Evangelho numa aldeia de um país de maioria muçulmana. Com o trabalho delicado dos missionários de ensinar sobre quem é Jesus Cristo para os seguidores do islamismo, aproximadamente 50 pessoas se entregaram ao Filho de Deus.

Assim, os pastores, que são ligados à Assembleia do Deus Amoroso (ALG, na sigla em inglês), começaram a realizar cultos e formaram uma pequena congregação na aldeia. No entanto, a notícia correu rápido, e o imã da região reagiu formando um grupo com extremistas para por fim às reuniões dos novos cristãos.

Firos e Altaf foram levados à mesquita para serem forçados a negar a Cristo e voltar ao islamismo, mas diante de sua recusa, os extremistas se iraram ainda mais e prenderam os pastores em um porão, sem comida ou bebida, por três dias.

Após esse período, os pastores foram entregues a um grupo de execução, que os manteve por outros nove dias presos, com a oferta de serem libertados caso aceitassem negar a Jesus e perseguir outros cristãos.

A dupla se manteve firme à sua fé, e então os extremistas decidiram que iriam executá-los em praça pública, pela manhã. Eles foram amarrados ajoelhados, e dois carrascos empunhando facões se posicionaram para decapitá-los. Nesse momento, Firos e Altaf disseram que ergueram suas cabeças para olhar para o céu, e viram “Jesus sentado em um trono, cercado por milhares de anjos em adoração”.

Com a visão esplendorosa, os pastores começaram a louvar a Deus em voz alta, gratos por terem tido forças para se manterem fiéis. Os executores e os demais extremistas se revoltaram com aquela postura e foram posicioná-los novamente para que fossem decapitados, quando os facões caíram no chão repentinamente.

Os pastores relataram que essa situação apavorou os extremistas, que fugiram deixando suas armas para trás. Em seguida, as amarras foram soltas de forma sobrenatural, e os pastores, percebendo que estavam diante de uma ação divina, permaneceram ajoelhados.

Em seguida, foram “levados com a ajuda de anjos“ à casa onde os membros da igreja estavam reunidos, já que não sabiam onde os fiéis da pequena congregação estavam se escondendo da perseguição. Quando os perseverantes viram os pastores, se reuniram em louvor a Deus por sua proteção.

Gospel Mais

via Blogger https://ift.tt/2QN7TIx