Categorias
News Updates

Aline Barros recusa convite de Tatá Werneck e grava participação no The Noite

Depois de vazar a informações que a cantora gospel Aline Barros, rejeitou o convite da apresentadora Tatá Werneck para participar do seu programa no Multishow, a cantora revelou que gravou participação no programa The Noite (SBT), e no programa “Ritmo Brasil” da Rede TV.

Os dois programas foram gravados nesta quinta-feira (22), a própria cantora divulgou em seu Instagram oficial. A repercussão de que Aline rejeitou o convite para participar do programa da Tatá Werneck foi destaque nos principais sites de notícias.

A participação no programa The Noite irá ao ar no dia 5 de dezembro, já a da Rede TV ainda não foi divulgada. Aline Barros gravou recentemente uma participação no programa Só Toca Top, que vai ao ar todos os sábados pela Rede Globo.

Aline este ano ficou de fora da disputa do Grammy Latino, mas tem voltado suas atenções para o seu novo projeto infantil e a transição do estilo musical, migrando agora para o Whorship.

O Fuxico Gospel

from Blogger https://ift.tt/2DV53OK
via SEO Services

Categorias
News Updates

Religião é compatível com ciência, afirmam cientistas

Muita gente ainda pensa que a ciência e a religião vivem em guerra constante e que existe uma competição entre as duas cosmovisões. Mas, ao contrário disso, a verdade é que muitos cientistas já concordam que as duas áreas de estudo se complementam.

O professor irlandês David N. Livingstone, que é geógrafo cultural e o professor e historiador britânico John Hedley Brooke, falam sobre essa harmonia num artigo científico divulgado no site The Conversation. Ambos analisaram as diversas maneiras pelas quais ciência e religião trabalham juntas.

Além disso, argumentam que os primeiros trabalhos científicos foram motivados por uma crença em Deus. Eles acreditam que a ciência fornece respostas para muitas perguntas religiosas.

Por outro lado, o biólogo americano Jerry Coyne, que é conhecido por suas fortes críticas à teoria do Design Inteligente – ciência que trabalha com a hipótese de um Criador, afirmou que “ciência e religião são incompatíveis, assim como a racionalidade é incompatível com a irracionalidade”.

Casos isolados
Alguns cientistas evolucionistas são prejudicados pelo meio científico quando expõem alguma opinião diferente em defesa do criacionismo. É o caso do biólogo Michael Reiss, que foi obrigado a renunciar ao cargo de diretor da Royal Society, a instituição científica mais antiga do mundo, fundada em 1660, em Londres.

Em setembro de 2008, ele defendeu que os professores de ciências deveriam tratar melhor sobre a questão da origem da humanidade. “O criacionismo não deveria ser visto como um equívoco, mas como uma visão de mundo”, disse na época.

Na sequência, o bioquímico Richard Roberts escreveu ao presidente da Royal Society, Martin Rees, exigindo que o professor Reiss renunciasse o mais rápido possível. Reiss chegou a ser acusado de “defender um dogma não comprovado e sem importância”.

Harmonia entre religião e ciência
Uma ciência pode representar uma ameaça às crenças religiosas, enquanto que outras podem abrir espaço para investigações. Para o historiador Noah Yuval Harari “a pesquisa científica só pode florescer em aliança com alguma religião ou ideologia”.
Mas é claro que sempre haverá algum conflito, aqui ou ali. Como por exemplo, em casos onde a religião vai atribuir a cura de uma doença a um milagre, enquanto a ciência vai vincular o ocorrido às leis naturais.

De acordo com Graham Lawton, autor do livro How to be Human (Como ser Humano), “enquanto houver crise existencial, a religião vai continuar existindo”. Para ele, é humanamente impossível ser ateu e rejeitar todas as ideias religiosas.

Gospel Prime

from Blogger https://ift.tt/2BsOwir
via SEO Services

Categorias
News Updates

Jovem cristã impede que homem cometa suicídio: “Deus te ama, tudo vai ficar bem”

“Deus tem um propósito para todos nós. Eu acredito nisso, por isso decidi ajudá-lo” testemunhou a jovem. Foto: Reprodução

Uma jovem cristã de 23 anos impediu que um homem se atirasse de uma ponte na cidade de Clearwater, na Flórida. De acordo com a imprensa local, Nicole Oyola ofereceu um abraço ao sujeito, que, comovido, mudou de ideia sobre o suicídio e desceu da beirada da ponte.

“Eu comecei a conversar com ele. Eu disse a ele ‘você tem seu valor, você é bom o bastante. Eu não sei o que você está passando no momento, mas eu te amo assim como Deus te ama, tudo vai ficar bem’”, explicou Nicole em entrevista ao canal Fox 13.

Assim que viu o rapaz parado na ponte, a jovem decidiu encostar para prestar ajuda, acreditando que aquilo se tratava somente de um problema com o carro dele. Segundo ela, o homem aparentava ter 20 anos e precisava de ajuda psicológica.

Após entender o que estava acontecendo, Nicole chamou a polícia, que rapidamente chegou a passou a conversar com o homem também. De acordo com a emissora, um dos policiais rezou junto com o rapaz antes de tirá-lo da ponte.

“Ele olhou para mim depois de conversarmos, ele começou a chorar e eu disse que gostaria de lhe dar um abraço. Logo depois ele veio em minha direção em segurança”, continuou a garota.

“Deus tem um propósito para todos nós. Eu acredito nisso, por isso decidi ajudá-lo. Se eu estivesse passando por uma situação dessa, acredito que eu também gostaria que alguém parasse para falar comigo também,” completou.

from Blogger https://ift.tt/2DU0zIg
via SEO Services

Categorias
News Updates

Trechos do diário de missionário morto por tribo isolada são divulgados

John Allen Chau foi morto a flechadas após entrar ilegalmente em ilha (Foto: Reprodução/Instagram)

Estou assustado. Olhando o pôr-do-sol , que é lindo — e pensando se será a última vez que verei isso.” Após a repercussão mundial da história do assassinato de John Allen Chau, de 26 anos, ojornal The Washington Post teve acesso ao diário escrito pelo missionário antes dele ser morto por habitantes de uma tribo isolada que vivem na Ilha Sentinela do Norte, localizada no Oceano Índico entre Índia e Myanmar.

O diário, que tem 13 páginas e foi escrito com caneta e lápis, foi deixado por Chau para um dos pescadores que o transportou à ilha de modo ilegal — a região, sob administração da Índia, é protegida para preservar o modo de vida local e proteger seus membros de possíveis doenças trazidas por visitantes. De acordo com reportagem do The Washington Post, as anotações estão agora sob posse da mãe do missionário morto.

Em seu relato, Chau afirmava que queria pregar o cristianismo aos habitantes da comunidade tradicional. Para não chamar a atenção das autoridades, ele embarcou com pescadores pela noite e, após ser levado a um local próximo da ilha, percorreu o trecho final com um caiaque. Ele carregava itens como tesouras, alfinetes e peixe, que seriam presenteados aos membros da tribo. De acordo com o diário, ao entrar em contato com os habitantes, ele começou a cantar hinos de louvor, mas foi surpreendido por um jovem que atirou uma flecha em sua direção — Chau relatou que a seta atingiu sua Bíblia. “Estou assustado”, escreveu o homem em seu último registro.

Após o contato mal-sucedido, ele retornou para o barco onde estavam os pescadores. E afirmou que retonaria no dia seguinte para fazer um novo contato com os membros da tribo. Segundo testemunhas que estavam em barcos à uma distância segura, os aborígenes mantiveram contato inicial, mas ficaram irritados e começaram a atacar Chau com seus arcos e flechas. Após sua morte, ele foi enterrado na areia da praia, à beira do mar.

Em reunião na última quinta-feira (22 de novembro), a polícia indiana afirmou que não será fácil resgatar os restos mortais do norte-americano. Caso a Justiça local permita a operação, as autoridades contarão com o apoio de antropólogos, pesquisadores e especialistas em comunidades tradicionais isoladas.

Registro feito à distância com membros da tribo isolada (Foto: divulgação/Survival international)

Em sua conta pessoal do Instagram, o norte-americano descrevia a si mesmo como um “explorador de coração” e exibia fotos de suas diferentes aventuras ao redor do mundo. Em um dos trechos de seu diário, Chau reafirma sua obsessão em catequizar os membros da região. “Senhor, esta ilha é a última fortaleza de Satanás, onde ninguém ouviu ou teve chances de ouvir o seu nome”, escreveu.

Os habitantes da Ilha Sentinela Norte vivem de maneira isolada há pelo menos 55 mil anos: de acordo com membros de organizações que realizam o monitoramento à distância dessa comunidade, ao menos 100 pessoas vivem no local, que possui uma floresta e tem área de aproximadamente 60 quilômetros quadrados.

Em 2004, após um terremoto que aconteceu na região do Oceano Índico, helicópteros enviados pela Índia tentaram manter uma comunicação com os habitantes em busca de oferecer assistência. Ao se aproximarem, entretanto, um dos membros atirou flechas em direção ao veículo aéreo. Em 2006, dois pescadores foram mortos após o barco onde eles estavam se aproximar demais da Ilha Sentinela Norte.

Sete pescadores que estariam envolvidos no transporte ilegal do homem foram presos pela polícia indiana. A organização Survival International, que defende os direitos das comunidades tradicionais de diferentes partes do planeta, afirmou em comunicado que a tragédia deve servir como alerta para que as autoridades indianas protejam de maneira adequada as terras dos povos que vivem na Ilha Sentinela Norte.

Revista Galileu

from Blogger https://ift.tt/2SbmKwA
via SEO Services

Categorias
News Updates

Cristãs são abusadas sexualmente em Bangladesh e autoridades se omitem

As mulheres cristãs são facilmente perseguidas por aparentarem mais vulnerabilidade. (Foto: Reprodução).

Nos últimos dias, cristãs foram abusadas sexualmente em Bangladesh. Segundo informações do site AsiaNews, uma garota de 15 anos e uma mulher, mãe de três filhos, foram as últimas vítimas identificadas.

A violência foi divulgada pelo AsiaNews e aconteceu no início do mês. A mãe de três filhos relatou ter sido levada por dois homens muçulmanos disfarçados como policiais. Segundo o relato da vítima, eles a amordaçaram e prenderam. Os abusadores se revezaram para violentá-la.

Um suspeito, chamado Efran, foi localizado por membros da comunidade cristã e entregue à polícia.

Já com a garota de 15 anos o responsável foi o diretor da escola, Abdur Satar. De acordo com o pai dela, a menina foi ao diretor para pedir ajuda com a lição de casa, quando ele tocou suas áreas íntimas e quis violentá-la.

A cristã conseguiu escapar. O pai acrescentou ainda que o diretor “é uma pessoa influente na comunidade, por isso a polícia não queria nem mesmo registrar a denúncia. Então alguns jornalistas e líderes locais pressionaram os agentes até registrarem o caso”.

O presidente da Associação Cristã de Bangladesh no distrito de Sirajganj, Nikhil Khaka, pediu por uma punição exemplar para o diretor. Além disso, acrescentou: “Nós sabemos que ele abusou de muitas garotas no passado, mas nenhuma ousou denunciar. Cristãos parecem fracos e então podem ser facilmente perseguidos”, finalizou.

GuiaME

from Blogger https://ift.tt/2FAbXup
via SEO Services

Categorias
News Updates

Cantor gospel Leonardo Gonçalves casa escondido com nova esposa

Cantor gospel Leonardo Gonçalves conheceu Glauce na TV Novo Tempo.

O cantor gospel Leonardo Gonçalves, ex-marido da também cantora Daniela Araújo, acabou se casando “em segredo” hoje (22), com a apresentadora Glauce Cunha, apresentadora do Caixa de Música, programa evangélico da TV Novo Tempo.

Os dois pegaram o público de surpresa. A informação do casório não vazou à imprensa em nenhum momento, e a cerimônia ocorreu em uma fazenda na cidade de Itu, interior de São Paulo.

A cerimônia foi discreta, mas muito bem feita, com tons amarelados. A data escolhida coincide com o dia de ação de graças, muito popular nos Estados Unidos.

O cantor gospel estava separado há dois anos. Leonardo Gonçalves era casado com a cantora gospel Daniela Araújo, e inspirava diversos casais jovens que estavam namorando ou em busca de um grande amor. Eles ensaiaram um divórcio, mas acabaram voltando atrás. No entanto, decidiram colocar um ponto final na história meses depois.

Esse ano, a cantora gospel falou em entrevista que passar por um divórcio não era fácil: “Só quem passa por um divórcio sabe o quanto dói e não desejo isso para ninguém. Mesmo eu e o Léo sofrendo tanto, a gente conseguiu superar. Infelizmente, não deu certo. Ninguém se casa para separar. Eu era muito imatura, mas faria tudo de novo”, garantiu.

Abaixo, as fotos do casório de Leonardo Gonçalves e Glauce:

Cantor gospel Leonardo Gonçalves casa de surpresa com apresentadora.
Decoração era em tons amarelos de primavera.

Sogro de Leonardo Gonçalves entra com a filha.

Portal do trono

from Blogger https://ift.tt/2R8pZES
via SEO Services

Categorias
News Updates

Ele Nunca Lia As Cartas De Sua Mãe

Sem temor de destruir o coração de sua mãe, um jovem havia saído da casa paterna para “viver sua vida” sem proibições, bem distante, na China. Quando o jovem morreu, as autoridades encontraram uma volumosa quantidade de cartas lacradas entre seus papéis. Eram as cartas de sua mãe. Decidiram devolvê-las. Assim, a mãe foi informada da morte de seu filho e desse ato terrível: as cartas que havia enviado a seu filho não haviam sequer, sido abertas.

Que dor deve ter sentido essa mãe ao constatar o total desinteresse de seu filho por ela. Que crueldade desse filho ao desprezar o amor de sua própria mãe! Essa história pode parecer triste e impressionante, no entanto, você sabe que existe uma carta que Deus mandou escrever para nós, usando homens fiéis? Você já leu a mesma? Ou ela se encontrará fechada e cheia de pó entre teus pertences quando você deixar este mundo? Seria algo condenável se fosse assim, e ainda mais porque essa carta nos traz uma mensagem de paz e amor.

Peguemos a Bíblia, essa carta da qual estamos falando. Ouçamos a Deus que nos fala por meio dela. Mesmo que a primeira leitura possa ser difícil, é necessário perseverar. Deus nos diz que somos pecadores, mas também nos mostra a solução para nos livrar do nosso pecado. Ele deu a Seu Filho. Leiamos nos Evangelhos as passagens que falam sobre a crucificação. Deixemos que a Palavra de Deus entre em nossos corações e vamos recebê-la com fé.

Chamada

from Blogger https://ift.tt/2PKOyLr
via SEO Services

Categorias
News Updates

Ex-funcionário processa empresário cristão por estudos bíblicos em horário de trabalho

A demissão de um funcionário após ele se recusar a participar de um estudo bíblico está causando dores de cabeça a um empresário cristão, que nega ter discriminado o antigo colaborador e tenta evitar uma derrota na Justiça.

O empresário cristão Joel Dahl, um ex-presidiário que se entregou a Jesus durante o cumprimento de sua pena, está sendo processado em US$ 800 mil pelo ex-funcionário Ryan Coleman, que alega ter sido demitido por se recusar a participar de um estudo bíblico que a empresa oferecia, em horário de trabalho e de forma remunerada.

De acordo com informações do portal Oregon Live, a empresa Dahled Up Construction atua no ramo da construção civil, com especialização em coberturas e pinturas. O proprietário afirma que ergueu sua empresa baseada em princípios cristãos, e que os estudos bíblicos são conduzidos por um pastor. Coleman disse que participou dos estudos bíblicos durante seis meses, mas não se adaptou e informou ao patrão que não iria mais comparecer às reuniões. “Eu disse ‘Eu mantive uma mente aberta, e isso não é para mim’. E ele disse: ‘Bem, vou ter que substituí-lo’”, disse o ex-funcionário.

“Ele disse: ‘Você não vai me dizer como administrar minha própria empresa‘. Eu disse: ‘Não estou tentando dizer a você como administrar sua própria empresa, mas você não vai me dizer a que deus devo orar’”, continuou. No processo, o ex-funcionário acusa o empresário de discriminá-lo a partir da religião, enquanto o antigo patrão diz que as alegações visam apenas ganho financeiro. “Dahl acha que é lamentável que ele [Coleman] esteja tentando explorar as honradas intenções de Dahl por ganhos financeiros injustificados”, disse Ken Hickam, o advogado de Dahl.

O empresário não contesta a afirmação do ex-funcionário de que ele era obrigado a comparecer ao estudo, mas argumenta que não há irregularidades porque paga seus funcionários para comparecerem. “Joel Dahl espera fazer mais com sua empresa do que apenas o trabalho de construção“, disse o presidente da Pacific Justice Institute, Brad Dacus, que assessora o empresário.

“Ele espera ajudar os presos que já foram como ele, e que poderiam ter dificuldade em encontrar trabalho por causa de seus erros passados, encontrar redenção. A Suprema Corte afirmou repetidamente nos últimos anos que os donos de empresas cristãs são, na maior parte, livres para operar suas empresas de acordo com os princípios de sua fé.

Esperamos defender o direito de Dahl de fazer o mesmo, especialmente tendo em vista o bem documentado poder do cristianismo de transformar até mesmo os mais vis criminosos em cidadãos exemplares”, concluiu.

Gospel+

from Blogger https://ift.tt/2FBpdPf
via SEO Services

Categorias
News Updates

Família de missionário morto a flechadas perdoa tribo

Missionário John assassinado pelos índios e um dos pescadores que o levou para ilha (Reprodução Instagram)

O missionário norte-americano John Allen Chau, morto a flechadas ao entrar em uma ilha da Índia onde habita uma tribo indígena não alcançada pelo homem, ainda não teve seu corpo resgatado pelas autoridades.

A ilha Sentinela do Norte, no arquipélago de Andamã e Nicobar, é proibida para estrangeiros. Porém, o jovem de 27 anos decidiu levar o evangelho aos nativos.

Em um comunicado publicado no Instagram de Chau, a família afirmou que ele “amava Deus, a vida, ajudar quem precisa e não tinha nada além de amor pelos Sentineleses. Nós perdoamos os responsáveis por sua morte”. Eles também pediram na postagem que as sete pessoas presas por ajudarem o missionário a chegar à ilha sejam soltas.

 Imagem rara da tribo indígena na praia da ilha (Reprodução Internet)

Seus familiares admitem que o missionário “se aventurou por conta própria e seus contatos locais não precisam ser perseguidos por suas ações”.

Segundo a polícia, o corpo dele foi arrastado pelos indígenas com a ajuda de uma corda presa ao pescoço e abandonado em uma praia. Os pescadores viram o cadáver, mas não conseguiram recuperá-lo. O resgate ainda deva levar alguns dias.

O missionário estava ligado à organização cristã International Christian Concern (ICC) e já havia participado de missões em outras localidades.

Canoa usada pelo missionário para chegar na ilha [Foto feita pelo próprio John] (Reprodução Instagram)

Gospel Prime

from Blogger https://ift.tt/2qZSU2j
via SEO Services

Categorias
News Updates

Novas comprovações científicas da destruição de Sodoma e Gomorra

Uma equipe multidisciplinar de cientistas fizeram uso das evidências de há 3.700 anos do projeto extraído das escavações em Tall el-Hammam, na Jordânia, para a compreensão do fim abrupto da civilização na região do atual Mar Morto.

Segundo a convicção destes cientistas, e as evidências comprovadas pela arqueologia local, o desastre de proporções bíblicas que destruiu as cidades da região ocorreu devido a uma explosão massiva semelhante à ocorrida há 100 anos na Rússia.

Decorria o ano de 1908 quando uma explosão massiva perto do rio siberiano Stony Tunguska arrasou por completo cerca de 2 mil quilômetros quadrados de floresta inabitável da Sibéria. Nenhuma cratera foi curiosamente encontrada na zona, levando os cientistas a explicarem o estranho fenômeno através de uma explosão de um meteoro a uns 5 ou 10 quilômetros acima do terreno.

Esta equipe de cientistas veio agora usar este exemplo da explosão na Rússia como modelo para explicarem o igualmente enigmático término de uma civilização florescente que viveu durante milhares de anos nos vales do Mar Morto.

Um meteoro penetrou os céus da Rússia, nas montanhas do Urais, em fevereiro de 2013, provocando violentas explosões e ferindo centenas de pessoas, incluindo muitas atingidas com o estilhaço de vidros.

Segundo os relatos publicados recentemente na revista científica “Science News” pelo arqueólogo responsável das escavações na Jordânia, os cientistas descobriram evidências de um evento explosivo de “intenso calor” a Norte do actual Mar Morto e que “devastou instantaneamente cerca de 500 quilômetros quadrados.”

A explosão teria feito desaparecer por completo todas a forma de civilização na área afetada, incluindo as cidades e vilas da Idade Média do Bronze. Segundo os cientistas, esta explosão teria morto instantaneamente as cerca de 40.000 – 65.000 pessoas que habitavam na Média Ghor, um planalto circular na Jordânia com um raio de 25 quilômetros.

Para além disso, o solo fértil teria sido roubado dos seus nutrientes devido à intensidade do calor e as ondas do Mar Morto carregadas de sais que teriam varrido toda a região num verdadeiro tsunami. A intensa explosão teria, por outro lado, provocado ventos fortes e muito quentes que teriam depositado uma chuva de grãos de minério encontrados nas cerâmicas achadas nas escavações de Tall el-Hammam.

Foram já escavadas na região cinco grandes cidades na mesma região que apresentam as mesmas evidências de um brusco fim da existência de vida ocorrido ao mesmo tempo daquele verificado no desastre em Tall el-Hammam.

Segundo a “Science News”, a datação do radio-carbono da evidência orgânica arqueológica comprovou que as estruturas das “paredes de tijolos de barro desapareceram subitamente há 3.700 anos, deixando apenas as fundações em pedra.”

Segundo o arqueólogo responsável pelas escavações na Jordânia, Phillip Silvia, a intensidade do calor produzido pela explosão deverá ter sido “tão alta como a da superfície do sol.”

600 anos para recuperar
“Com base na evidência arqueológica, terão sido necessários pelo menos 600 anos para recuperar suficientemente da destruição e da contaminação do solo antes que a civilização pudesse novamente ser estabelecida na região oriental da Média Ghor” – afirmam os cientistas.

Uma explicação bíblica
Poderá esta explosão massiva explicar a história bíblica da destruição de Sodoma e Gomorra?
Segundo um artigo publicado em 2013 pelo Dr. Steven Collins na “Biblical Archeology Review”, o sítio arqueológico de Tall el-Hammam é um forte candidato à localização da cidade bíblica de Sodoma, e isso devido a um número de factores: A revelação do desastre e a sua localização exacta, que ele liga às referências bíblicas de “ha-kikkar” (a campina).

Entre outras citações bíblicas referidas no seu artigo, o Dr. Collins cita Gênesis 19.24-25: “Então fez o Senhor chover enxofre e fogo, da parte do Senhor, sobre Sodoma e Gomorra. E subverteu aquelas cidades e toda a campina, e todos os moradores das cidades, e o que nascia da terra.”
O Dr. Collins pôde testemunhar em primeira mão tão grande destruição no pleno local do sítio arqueológico. Ele escreveu, numa descrição viva: “A conflagração violenta que acabou com a ocupação de Tall el-Hammam causou o derretimento da cerâmica, fundiu as pedras das fundações, provocando metros de cinzas e de entulho enegrecidos.”

Teria esta destruição das cidades bíblicas sido causada pela explosão de um meteoro e sua catastrófica queda, como causas naturais da aniquilação divina que arrasou a totalidade desta cidade mencionada na Bíblia?
Segundo estes cientistas, “a evidência física de Tall el-Hammam e das cidades circunvizinhas apresenta sinais de um evento térmico concussivo altamente destrutivo que se pode deduzir das descrições narradas em Gênesis 19.”

Cratera no Arizona (EUA) provocada pelo impacto de 10 bilhões de megatons, por um meteoro, e que fez deslocar 300 milhões de toneladas de pedra. A cratera tem 200 metros de profundidade e 5 quilômetros de circunferência.

Tendo como base estudos feitos pelo pesquisador da energia atómica Samuel Gladstone, os autores do artigo escreveram que “uma explosão de ar de 10 megatons sobre o canto oriental do Mar Morto seria suficiente para produzir os estragos físicos observados a 10 kms, em Tall el-Hammam. Note-se que isto é apenas uma metade da energia produzida com a explosão de ar em Tunguska (na Sibéria), bem próximo da “recente” experiência humana com explosões de ar causadas por meteoritos.”
“A destruição, não só de Tall el-Hammam (Sodoma), mas também das suas cidades vizinhas (Gomorra e outras cidades da campina) foi provavelmente provocada por uma explosão de ar causada por um meteorito” – concluem os autores do artigo.

Mais uma vez, a Bíblia ao serviço da ciência, e não o contrário.
Publicado originalmente em Shalom Israel

from Blogger https://ift.tt/2QgJyh1
via SEO Services